31 de março de 2009

Selos

Hello Strangers!
Tentarei unificar o post dos dois blogs que costumo postar.
O motivo é que ando sem tempo (de postar!).
Recebi alguns selos e há muito venho encebando para publicá-los, então farei nos dois at the same time.
O chrismazzola / Melhor de todos há muito dei uma parada pois vinha me consumindo demais. Estranho né? Quando criei, todo empolgado, sonhava em chegar a 100 acessos. E alguns meses depois, meu contador já indicava mais de 600 / DIA. Só que vieram cobranças e uma obrigação de todos os dias colher e postar. Em suma, o prazer virou ódio. A velha linha tênue. Hoje, com uma média de 250 ao dia já estou me acostumando com as críticas e sugestões costumeiras. Fato que me fez migrar a um outro blog mais pessoal e introspectivo (chriscomh/quase um anjo). Acho que agora as coisas acalmaram e, se tudo continuar em contante progresso, devo manter os dois.
Queria apenas agradecer a todos que nesse tempo vêm acompanhando ambos. Lendo, comentando, ou só criticando.
E agora, com muito orgulho venho postar alguns selos que venho conquistando.
Como não quero fazer injustiças, minhas indicações, farei depois. Hoje deixarei apenas duas das principais fontes desses selos.
* Il Mundo di Gisa
* Srta Maus

Mais uma vez, obrigado a todos que passam por aqui.

24 de março de 2009

Heroes

Conhecem o Bruce Banner? Peter Parker? Bruce Wayne? Clark Kent?

Sim, esses são os nomes dos super-herois Hulk, Homem Aranha, Batman e Super Homem.

Se pensarmos bem, esses são os verdadeiros heróis.

Eles vivem como nanicos, se submetem a humilhações diárias e constantes, não exibem seus poderes e vivem como medrosos e fracos.

No mínimo devemos creditar 50% das “conquistas” heróicas a esses anônimos. Até porque, na maioria das vezes, eles que descobrem as localizações, pessoas, indícios do crime/pessoa a ser salva.

Agora quando nos referimos a eles, meros “mortais”, poucos sabem suas identidades ou até mesmo, suas feições.

A prova maior disse são os bonecos vendidos em lojas.

Alguém já achou nas lojas bonequinhos do Bruce Wayne? (eu achei uma vez, mas vinha junto o do Batman. Daí eu não quero). Pela internet, achei 2 Clark Kent (do seriado Smallville – daí não vale, e essa que está ilustrando o post que, diga-se de passagem, é da campanha do último filme exibido, ano passado). Banner, Parker.. esses, nada.

E o Lanterna Verde, Mulher Maravilha, Thor, Wolverine e os X-Men, Quarteto Fantástico... TODOS têm identidades secretas, e nenhum você o encontra. Qual a razão?

Aparentemente não possuem poderes. Fracos, franzinos, deslocados, chatos, não despertam desejo nas crianças (e adultos) que admiram esse segmento.

Seja com poderes (sobrenaturais ou não), desenvolvimentos psíquicos ou físicos, muitos heróis já estão entre nós.

E essa é apenas mais uma prova que não sabemos valorizar as pessoas que sempre nos ajudam. Que estão sempre ao nosso lado e insistimos em não enxergar.

21 de março de 2009

Gente que faz

Meu nome é João Carlos, tenho 41 anos e moro na capital. Hoje contarei um pouquinho da minha profissão.
Sou vendedor. Aliás, eu falo que sou vendedor, mas na verdade nunca vendi nada.
Sou também um pouquinho ator. Pouquinho não, para falar a verdade, apareci na televisão mais que o Lima Duarte.
Não que eu seja melhor que ele, tudo bem, sou modesto. Mas é que eu não entro na “geladeira”. Meus contratos estão sempre na ativa. Apareço normalmente às segundas, quartas, quintas, sábados e quando há feriados, aos domingos também.
Meu horário é muito flexível. Posso até dizer que sou um exímio profissional no que faço. Talvez um dos melhores na área. (é o que todos em casa dizem).
Você já deve ter me visto. Eu sempre apareço tentando mostrar um grande interesse por móveis e eletrodomésticos.
Tente lembrar, qualquer grande loja de departamentos tem aquelas chamadas “Só amanhã” ou, “Oportunidade, amanhã descontos incríveis, você não pode perder!”.
Daí eu apareço.
Sorte a minha, porque os que fazem essas chamadas ou entram correndo com plaquinhas na mão, aparecem graças ao sucesso repentino, chamamos esses de “bola da vez”.
Ok, tem gente que diz que eu sou um ator “figurante”. Mas eu não concordo. Tenho um papel muito importante! Eu influencio as pessoas pelas minhas expressões. Costumo dizer até que muitos só compram pela minha cara de felicitação ou expressão de satisfação, desejo realizado. E olhem que eu nunca fiz aula para isso. Pois é! Eu digo a todos. O pessoal do ponto de táxi no final da minha rua diz que é um dom.
Assim que entra a vinheta e o “bola da vez” mostra os cartazetes “Só amanhã”, eu entro.
Sempre com alguns novatos e freelancers.
Percorremos o estúdio observando geladeiras, sofás, carros...
Mas deixo esses principiantes de lado. Já vou logo expondo minha exímia experiência em observar um eletrodoméstico que caberia em casa. Dou uma olhadinha na curvatura, na profundidade, (e o segredo, nunca pense no preço dele!), exibo minha expressão de satisfação, as vezes coloco a mão no queixo com um ar de “que maravilha!” .
O problema é quando a produção é alta, e tem muita gente entrando junto.
Os novatos não entendem a importância dessa profissão e vão avacalhando.
Percorrem correndo, não mantém a passada correta. Apontam o mesmo produto várias vezes para pessoas diferentes. Achando que por estarem lá atrás não aparecem.
Muita gente junto exige mais profissionalismo. Entro com tranqüilidade como numa feira. Muitos se perdem porque entram correndo e quando chegam no final do expositor, precisam voltar.
Pois é meus amigos, há pseudo-autores que nem mostrar o produto faz. Se perdem, deve ser pelo nervosismo. Entram correndo e só ficam andando pra lá e para cá.
Acaba o tempo, nosso produtor grita e esses não mostraram nada. Não venderam nada.
Só ficaram que nem barata tonta, correndo em volta das mercadorias.
Espero vocês no próximo anúncio. Hoje fiz a barba, e passei gel. Aparecerei de camiseta amarelo bem clarinha e calça jeans. Sapato mocassim e relógio no braço direito (para diferenciar dos demais).
Ate a próxima! (compra).

20 de março de 2009

Jogos do Mal

Sempre foi unânime que o jogo de tabuleiro mais polêmico é o War.
Até porque, em um certo ponto começam as alianças e sempre alguém vai pra berlinda.
Existem outros jogos sim meus caros..
Pensem no Jogo da vida. Você roda aquela roleta e cai no "ser médico". Todo feliz com salário de 50 mil espera o adversário rodar e cair no "professor". Já é suficiente para desculpas esfarrapadas que não valeu e precisa começar de novo, só porque ganhará menos que a metade de você.
E Banco Imobiliário? Mesma coisa. Você lança o dado, tira 4 e cai em Ipanema. Óbvio ouvir "não valeu". Isso sem contar a roubalheira de dinheiro no final. (da-lhe o participante que joga como banco).
Mas nada disso alcança a origem do mal.
O LUDO.
Caramba, o ludo é o jogo mais nervoso. Até porque você vai tirando 6 e dá a volta completa no tabuleiro.. MAAAAS quando imagina que o jogo tá ganho, aquele oponente ridículo que só tira 2 e 1 no dado te ultrapassa e ganha porque existe a maldita regra que você só fatura o jogo se conseguir acertar o número correto para entrar.. você fica retrocendendo as casas ZILHÕES DE VEZES e faz com que toda emoção da vitória de lavada vá por água abaixo.
Mas tudo bem, existe ainda o prazer de amontoar os peões. E é só encontrar os peões adversários amontoados para acertar a casa e "comê-los".
"Literalmente", você SÓ sente prazer no jogo se F*&¨! seu oponente.

MEME

Muito interessante os tópicos sobre MEME no blog "Il Mondo di Gisa". Comecei a pensar e, depois de muito tempo comecei a lembrar de alguns costumes obsessivos bem estranhos (Seguindo a referência postada no blog indicado de guardar saquinhos de açucar).
Portanto, listar minhas 5 maiores obsessões será dificílimo pois tenho umas 5 mil, entao tentarei listar as 5 mais estranhas (que agora estão pairando minha mente).

Vamos a elas!

1) amassar a ponta do lençol
Essa ganha disparada. É minha maior obsessão, T.O.C. nota A.

2) Ao me deparar em qualquer leitura com algum nome próprio estranho, parar no mesmo instante de pensar no contexto e tentar descobrir se existe algum sentido naquela palavra. Por exemplo: "... e foi aí que ele disse: Meu nome é Hunkmout" eu paro e começo.. "Será que ao contrário Hunkmout = Tuomknuh significa algo? Não.. será que alterar a ordem das letras che a algum significado?"... e por aí vai...

3) Ao ler textos introspectivos ou poemas, tentar achar mensagens subliminares como: Juntar a primeira letra de cada linha para ver se forma alguma palavra. (inventei um exemplo abaixo)
"Eu adoro praia
Uma vez ate peguei um siri.
Também ele estava velhinho.
E foi ai que ele começou a correr.
Agora, se ele me ataca eu jogarei longe
Mandarei ele lá no mar.
Ou apenas colocarei no chão para vivermos felizes cada um na sua."

4) Tentar gastar o máximo de combustível antes de abastecer.
Isso, claro, fará com que eu ande na reserva rezando para não parar no trânsito. E mais, ao chegar no posto, não medir esforços para que ao invés do frentista colocar os R$30,00 que eu pedi, coloque R$ 30,02"

5) Tentarei juntar 5 "pqnas obsessoes em um item":
- Ver o máximo de filmes possíveis e sempre assistir dvds em partes. Na época VHS devia ter umas 500 fitas. Hoje, devo ter mais de 3 mil dvds...
- Ao ler um livro, no momento que eu der uma pausa, eu PRECISO colocar o marcador e ver no dorso das páginas, o quanto eu li;
- Assim que consigo conquistar algo, preciso traçar outra meta imediata. (Exemplo: Consegui descobrir como editar músicas no pc, agora preciso aprender a jogar poker - e GANHAR!.. consegui, ótimo, agora preciso aprendre a surfar E FICAR em PÉ na prancha....)
- Sempre baixar algo na net (em casa). Seja música, filme, cd, clip..
- Colecionar/guardar coisas que me fazer/fizeram feliz. (miniaturas de bonequinhos, canecas de filmes, ...)

Ok, agora vamos para o teste supremo, o MEME gigante:

- Perfume: Três mais usuais - CK One, DolceGabbana, Carolina Herrera.
- Refrigerante: Soda limão
- Comida: Picanha (mal passada)
- Livro: A Caverna (Saramago)

- Cinema: Poderoso Chefão, Closer, Snatch...
- Música: Invincible ou ButterFlyes and Hurricanes (muse) / Estranged (GnR) / My Way ou Always on My Mind (Elvis)
- Ator: Jack Nicholson (em Questao de Honra), Al Pacino, Woody Allen
- Atriz: alguma que me faça chorar.
- É ansioso: muito
- É depressivo: sim
- É suicida: grandes tendencias
- É ciumento: Em caso extremos.
- Personagem de desenho: Lion-O
- É psicótico: haha, acho que sim.
- Muda de personalidade: Difícil me tirar do sério, mas é possível sim.
- É esquizofrênico: Pouca tendência
- É obsessivo: Sim
- É compulsivo: Sim
- Sofre de pânico: Já sofri muito, hoje, controlo.

Você já :
- Beijou um desconhecido: já
- Viu uma briga de verdade: Sim.
- Esteve em cima do palco: Sim
- Chorou até perder as forças: Sim
- Fumou: Sim (acho q uma vez tentei - mas nao consegui - qdo moleque)
- Bebeu: Yes sir!
- Ficou tão bêbado que não lembrava o nome: De não lembrar nome não sei, mas já tomei glicoses.
- Se apaixonou por um professor: Não.
- Se sentiu atraído por um desenho: animado? na parede? ué se for arte, eu olho sim.

- Assitiu "Punk a levada da Breca"?: Sim, meu cachorro coincidentemente, chamava-se Pink.
- Aprontou algo com alguém: A lot of times
- Esteve em um acidente de carro: Sim, nao tao grave.
- Roubou algo: uma caneta na escolinha vale?

Última vez que:
- Falou com alguém no telefone/com quem: Ha 10 horas atras/D
- Foi ao cinema: Mes atras ver "Curioso caso de Benjamin Button"
- Saiu pra caminhar: 3 dias atrás na praia.
- Riu até chorar: Não chego chorar de rir, mas minha vida é repleta de gargalhadas. Constantemente.
- Jogou verdade ou desafio: Vich. O jogo em si acho que nunca joguei.
- Abraçou alguém: ontem

Preferências:
- A pessoa ideal fisicamente: não ligo tanto para aparência, tanto que o que mais me chama atenção é o cabelo.
- A pessoa ideal psicologicamente: Existe a necessidade de ter um humor muito apurado, inteligente e ao mesmo tempo sarcástico.
- O clima ideal: para dormir? chuva, para sair, sol! haha
- A noite ideal: quando a lua brilha
- O dia ideal: aquele em que tudo acontece espontaneamente
- O lugar ideal: Minha casa

Você acredita em:
- Deus/Diabo: Acho que não em matéria
- Você: sim
- Seus amigos: Acredito muito, mas poucos motivos que me decepcionem, já me dão indícios de não se apegar mais.
- Alienigenas: Sim
- Amor: Sim
- Monstro no armário: Se for ET, sim
- Vida após a morte: Sim
- Está cansado: SEMPRE
- Está pensando em alguém: Sim
- Destino: Muito
- Que horas são: 10:06
- Que dia é: 20/03/09
- Onde está: No serviço, ops.
- Está sozinho: não
- Está ouvindo: O som do teclado
- Sente saudades: Sim, das pessoas e bichinhos que tanto significa(ra)m a mim.
- Está feliz: Sim

Pronto, se você leu e quer passar a idéia pra frente. Sinta-se a vontade!