2 de setembro de 2009

Mensagem divina

Após fazer 8 anos de curso de paraquedismo, um rapaz sabia exatamente tudo o que poderia acontecer numa queda livre. Estudou os tópicos mais inusitados, as situações mais raras, pesquisou e coletou dados que poucas academias continham. Enfim, chegou o dia.
Ele se vestiu o macacão e se aprontou. Fez o sinal da cruz e esperou o avião decolar. Nos 10 primeiros minutos ele checou a altitude, nuvens, pressão atmosférica, corrente de ar... e eis que na hora que a porta abriu ele travou.
Por que?
Medo? Insegurança? Excesso de ansiedade? Tilt de adrenalina? Descrença em realizar o sonho?

Na prática, algumas coisas não saem como esperado. Esses dias aprendi com uma história que um amigo contou:

Após abrir a porta do avião, o paraquedista, (ou um alpinista no cume da montanha...) deve abrir os braços, sentir a leveza da alma, a realização do seu sonho, sua consciencia pra lá de tranquila, seu coração aberto, crer em sua Fé e... Se jogar.

A natureza condena qualquer movimento retrátil e, toda vez que por medo ou insegurança você tentar retroceder, ela te penalizará. Sempre.
Você nunca voltará a ficar no "ponto em que parou". Seu passo será recuado e você fatalmente irá se ferir com o "antigo" ambiente.
O "segredo" é: "Faça sua parte, que Deus fará o resto.
(não importa a religião e qual o Deus que você leitor se identifique).
Se o que você deseja vai dar certo ou não, é consequência (de Deus).
Ele guiará, ira te iluminar e dar rumos. E cabe você, na hora, interpretar que isso é bom, mesmo que no momento você teime em não acreditar.
Caso não alcance o objetivo esperado, acredite: Era para ser assim, a razao é que virá coisa melhor depois e, essa não era a hora certa.
Tome decisões, siga, avance, progrida, conquiste e vença.
Essa é a tarefa que foi dada a nossas vidas. Sempre em frente.
"Faça sua parte, que Deus fará a Dele".

R.G., obrigado pela lição.