26 de janeiro de 2010

Faculdade de Casamento

Ao contrário de bacharelados em que ficamos alguns anos aprendendo a teoria para depois exercer determinadas funções, o casamento, matrimônio, simplesmente acontece.
Existe sim o "curso de noivos", algumas horas de intensivão mas, no fundo, só aprendemos quando passamos por ele. Ou melhor, pelo "Portal".

Temos anos de convívio, amizade, cumplicidade - aprendizados, erros, acertos, lágrimas e sorrisos - mas no fim, chamamos nossos amigos mais próximos, e celebramos diante de Deus a união.
Simbólica e literalmente diante de Deus e de todas testemunhas que ali escolhemos estar presentes, deixamos, a partir daquela celebração, de pertencer à família de nossos pais, para iniciarmos uma nova família. A "minha".
Entrarei na igreja solteiro e sairei casado.
Uma espécie de "Portal" mágico.
No fundo somos a mesma pessoa. Quem entra e quem sai.
Pergunto "tudo se resume a festa então?"

Mais uma vez, a resposta só aparecerá após passar por isso.
Espiritualmente, racionalmente, emocionalmente TUDO acontece. Ao mesmo tempo.
Aos que desconhecem as consequências: Sim, EXISTE transformações.
Mas essas, em especial a Responsabilidade, acontece implicitamente.
A "ficha" não cai. Alias, não cairá tão cedo.
Tudo acontece sozinho. O tempo manda.
Sempre.
Aprendemos e construimos conforme Sua vontade.
Sim, ao sair da paróquia, igreja, o ex-noivo já foi "transformado".

Complexo? Difícil? Como entender, aprender?
Fácil. O mundo animal nos ensina.
Simplesmente assim. Sem instruções, manuais ou regras.

Ladrão invade casa, violenta mulher e é morto pelo marido

Um engenheiro de 44 anos matou a coronhadas um criminoso que invadiu sua casa, na noite de sábado (2), na Barra do Ribeiro (RS). Segundo a Brigada Militar (BM), o criminoso, armado de um revólver calibre 38, amarrou o dono da residência e violentou a mulher dele. O engenheiro, no entanto, conseguiu se soltar, entrou no quarto, lutou com o criminoso, tomou sua arma e o matou com coronhadas na cabeça. A Brigada Militar foi chamada pelo próprio casal. Segundo a BM, a arma do criminoso tinha a numeração raspada e foi apreendida.
Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1433479-5598,00-LADRAO+INVADE+CASA+VIOLENTA+MULHER+E+E+MORTO+PELO+MARIDO+DELA+NO+RS.html

7 de janeiro de 2010

A true history

Agora, é claro, aos que conheceram a história do coração.
De um origami de uns 8 cm de papel branco com escritos pretos e cinza, hoje ele é sangue, carne, músculos, cumplicidade, história e amor.
Dessa história, gerou-se minha pessoa, (digamos, a parte de dentro do todo), todo meu interior: razão e emoção.

(...)

"... É este o Mágico de Oz que, usando de bom senso, condecora a cada um deles. O Espantalho recebe um diploma de PHD (em 'Pensamentologia'), o Leão uma medalha por sua coragem, com um conselho: que deixasse de confundir coragem com sabedoria, o que precisava era organizar seus pensamentos. Por fim, ao Homem de Lata, um relógio em formato de coração que faz tic-tac bem alto, com as seguintes palavras do suposto Mágico:
'E lembre-se meu amigo sentimental: Um coração não é julgado por quanto amor ele é capaz de sentir, mas sim por quanto ele é capaz de ser amado pelos outros' ".

Obrigado a todos que fazem minha vida ser mágica.
Obrigado a todos que fazem meu coração transbordar de amor e orgulho por cada um de vocês existirem e me nortearem, transformando-me no que sou.

Não é meramente o que eu sinto e nem por quem eu sinto, mas todos que fazem e me fizeram sentir o que eu sinto.
Se hoje sou o que sou, todos contribuiram para ser assim.
(digamos, a parte de fora do todo) E,
já de certa forma,
completo.
Obrigado!

6 de janeiro de 2010

New year´s day

Mais um que se foi.
A história sendo escrita.
Conquistas memoráveis e
perdas hiper sofríveis.

Mesmo tendo zilhões de ideias e pensamentos, nunca consigo tempo para postar nada, então comecarei aos poucos, pelo menos posto algo.
Palavras ao vento.

Hoje, no dia de Reis, desmontando a árvore de natal, tiro as bolas coloridas, os enfeites natalinos e me senti como um ladrão de alegria.
Levando a alegria do natal embora.
Não! Não sou eu que estou roubando a alegria ou mesmo o Natal, e mais, ele volta!...

Não é nem "no ano que vem!" é nesse 2010 mesmo! daqui a 11 meses e tantos dias... jajá estamos lá de novo.
Daí já viu. Tempo = reflexão.

O que mais ficou em minha mente?
Qual foi o "segundo" que mais me marcou?
Dentre TANTOS!, citarei um:

O demorado abraço que dei nos meus pais quando me casei.
As frases que finalmente consegui pronunciar,
depois de uma vida toda protegido por imensas asas.
Os olhares trêmulos e úmidos que nunca havia percebido.
Tudo o que foi dito e tudo de implícito nos olhares.
Amém.

Um ano em algumas letras:
No trabalho, o departamento vendo ao vivo a posse de Obama com os comentários do colega David "Vocês estão vendo a história sendo escrita";
Mano Menezes desiquilibra campeonatos com ajuda do "Fenômeno", desclassifica o tricampeão mundial na reta final paulista;
Barrichello entra no último suspiro de contratações da F1, pega finalmente um carro bom, uma equipe boa, diferenciações evidentes e mais uma vez, nada de campeonato.
Overdose Max BBB9 e Roberto Carlos 50 anos;
Terminando o turno na agência, colega Rafa com toda costume sutileza nos informa "Parece que o Michael Jackson bateu as botas";
Memoráveis filmes em cinema, entre eles a versao 3D de Era do Gelo 3 e o inigualável UP.
Constante superação de saúde de familiares e super heróis.
Muitos avanços, muitos sorrisos.
Muitos erros servindo como lição para suportar e superar próximas escolhas.
Aprendi apostar: "ALL IN"
Muitas perdas, lágrimas e despedidas.
Saídas. Ausências,
principalmente de pessoas
e de palavras,

como "desculpe"
ou mesmo...

"ok, eu te perdôo".